Bye Bye, Other Music

Por Marcelo Justo

Depois de duas décadas de colaboração ao rock independente, a loja de discos Other Music, conhecida por sua dedicação a artistas do underground e experimentais, vai fechar as portas neste sábado (25), segundo seus proprietários.

Fachada da Other Music, em Nova York (Reprodução/Google Street View)
Fachada da Other Music, em Nova York (Reprodução/Google Street View)

O anúncio foi feito por uma rede social: “É com peso no coração que nós compartilhamos a notícia de que, após mais de 20 anos em Nova York, Other Music vai fechar as portas no sábado”, dizia o post no Facebook oficial da loja no dia 9 de maio.

Ao contrário do Brasil, onde a produção de vinis cresce e já chegou ao patamar dos anos 80′, segundo alguns fabricantes, nos EUA, o carro forte ainda é o CD. Talvez pelo baixo custo de investimento, as vendas de música física continuam em queda brusca e não tem feito sentido manter aberta uma loja de discos independente, segundo os proprietários. De acordo com o empresário, as tendências da indústria sombria: em 2015, o “streaming” quase dobrou em relação ao ano anterior, enquanto as vendas de CDs caíram 82% desde o seu pico, em 2001. E apesar do ressurgimento do vinil, que agora compõe cerca de 60% das receitas da música, não há uma verdadeira salvação à vista, disse ao NYT.

A loja publicou em seu site, no dia 17 de junho, uma lista oficial dos discos mais vendidos de todos os tempos e em sexto lugar, aparece ninguém menos que Os Mutantes, com “Os Mutantes”, primeiro álbum de 1968, na frente por exemplo da banda Arcade Fire, com o álbum “Funeral” e dos The Strokes com “Is This It”.

Lista dos dicos mais vendidos de todos os tempos mostra o álbum Os Mutantes, de 1968, em 6º lugar (Reprodução)
Lista dos dicos mais vendidos de todos os tempos mostra o álbum Os Mutantes, de 1968, em 6º lugar (Reprodução)