‘Piranha’, de Alípio Martins, vira hit do Carnaval

Por Thales de Menezes

“Piranha é o nome de um peixe/ juro que é/ Eu não tocaria um violão /nem faria uma canção/ para um peixe qualquer”. Esses versos são repetidos vorazmente nos blocos e trios desta temporada de folia. “Piranha”, de Alípio Martins, é um hit “ressuscitado” do Carnaval 2017.
Morto aos 52 anos, sofrendo de câncer no estômago, o paraense Alípio Martins (1944-1997) foi grande nome da lambada. Nos anos 1980, ele acabou incorporado à constelação de cantores classificados como bregas.
Ele teve outros sucessos um tanto picantes, como “Eu Quero Gozar”, “Tira a Calcinha” e “Festa dos Cornos”.
Quem escutar “Piranha” no bloco e quiser uma gravação em casa pode esperar pelo DVD que o também paraense Felipe Cordeiro lança em maio, pela Natura Musical.
Cordeiro inclui há vários anos canções de Alípio no repertório de suas apresentações, notadamente “Piranha” e “Eu Quero Gozar”. Para esse registro de “Piranha”, ele aponta para uma versão com certo tom psicodélico.

*

TIO SAM >> O cantor e compositor RAPadura se apresenta na quinta (2), no Itaú Cultural. O cearense faz uma mistura de baião, coco e maracatu, reunindo os mundos dos DJs e dos repentistas

*

Intimistas – Duas vozes femininas se apresentam em São Paulo com shows intimistas no próximo fim de semana. De sexta (3) a domingo, Maria Rita leva o projeto “Voz:Piano” ao Sesc Vila Mariana, acompanhada apenas do pianista Rannieri Oliveira. Na sexta e no sábado, Isabella Taviani seleciona repertório de 14 anos de carreira no Theatro NET, cantando ao lado de Felipe Melanio (violão) e Marco Brito (teclados)

Aperitivo – O Vespas Mandarinas soltou em clipe “Daqui pro Futuro”, que dá nome ao segundo disco da banda de Thadeu Meneghini e Chuck Hipolitho. O álbum sai no dia 10, em CD, K7 e LP.

*

*

 

Irresistível – “There’s a Honey” parece saído do playlist de uma boa rádio em 1982. O primeiro single do Pale Waves, quarteto de Manchester, é uma das coisas recentes mais grudentas do rock. É correr para escutar.