Marcas bancam eventos do rock indie de São Paulo

Por Thales de Menezes

Aumentam os eventos produzidos por marcas na cena paulistana de rock e pop. No próximo fim de semana termina o projeto La Maison Renault, na esquina da Oscar Freire com a Consolação, com aparições de Marcelo Jeneci, Maglore e Thiago Pethit, entre a programação vasta de gastronomia, cinema e mais coisas. Para a agenda: Jeneci é na sexta (10), às 20h; Maglore no sábado, às 15h30; e Pethit no domingo, às 18h.
Em abril, a marca da vez é a Levi’s. Pelo segundo ano consecutivo, o evento Casa Levi’s vai reunir atrações musicais gratuitas. Está programado para dos dias 6, 7 e 8 de abril, na Associação Cecília, um casaraço antigo reformado na rua Vitorino Carmilo.
Entre os artistas já confirmados, há uma mistura interessante. Um nome mais pop para chamar público jovem é a cantora Tiê, mas há espaço para o experimentalismo instrumental do Hurtmold. O evento terá também dois nomes lendários do indie paulistano dos anos 1990, de novo em ação para seus muitos fãs: Pin Ups e Forgotten Boys.

 

*

Demoníaco – Fãs de rock nervoso de guitarra e bateria têm um novo nome para seguir: Devilish [foto acima]. A dupla de Paulo Ratkiewicz e Éder Chapolla vai lançar álbum pela Coqueiro Verde. Mas já dá para checar o clipe “The Wolf Has Willed it”, com som e imagem matadores. Recomendado para adoradores do Black Rebel Motorcycle Club.

 

Dose dupla – James Blunt e Ed Sheeran têm poderes semelhantes: vendem milhões, mas ao mesmo tempo produzem canções lamuriosas execradas por um grande público. Quem é dessa turma deve fugir da recém-lançada “Make Me Better”, parceria dos dois na voz de Blunt.

 

Universal – Nesta sexta (10), no Sesc Vila Mariana, a dupla NU [foto acima] lança seu primeiro álbum, homônimo. Naked Universe é o nome que a cantora Ligiana Costa e o produtor Edson Secco escolheram para uma mistura de canções e eletrônico. Se algumas músicas parecem “cinematográficas”, o show reforçará isso com vídeos exclusivos.

 

Dose tripla – O Trio Corrente lança na terça (7), no Bourbon Street, o disco “Volume 3”, o primeiro depois que o grupo conquistou em 2014 o Grammy de melhor álbum de jazz latino. Há muito virtuosismo nas recriações de músicas de Pixinguinha, Tom Jobim e Chico Buarque.