Festival Nublu destaca sax de Kamasi Washington

Por Thales de Menezes

A sétima edição brasileira do Nublu Jazz Festival está programada de 6 a 9 de abril, no Sesc Pompeia. Nublu é um clube e selo de jazz de Nova York, fundado em 2002, que preserva a aura dos antigos endereços jazzísticos na cidade. A atração principal é Kamasi Washington, 35, um grande saxofonista da cena new jazz de Los Angeles e uma baita figuraça no palco. O evento tem também, entre outros, o grupo inglês de funk jazz Cymande e o americano meio retrô The Cookers.

O saxofonista Kamasi Washington, principal destaque do Nublu Festival

*

Viva Las Vegas!
As pessoas que consideram The Who uma atração decadente hoje, sem produzir nada novo há décadas, ganharam muita munição. De 25 de julho a 11 de agosto, antes de vir ao Brasil, o grupo de Roger e Pete começa uma residência no hotel e cassino Caesars Palace, em Las Vegas, para plateia de turistas maduros. Novas semanas de shows serão anunciadas para o mesmo local, ainda este ano. Sabe quem já se apresentou nesse hotel? Mariah Carey e Celine Dion.

Viva o Alasca!
O empolgante Far From Alaska, que é de Natal (RN), toca neste fim de semana no Sesc Vila Mariana. Vale ver.

Viva o Nordeste!
É no Cine Joia, no dia 31/3, a noite para celebrar a música psicodélica nordestina. No palco, Cátia de França, Chico César, China, Isaar, Junio Barreto e Ortinho para cantar maluquices de Alceu Valença, Ave Sangria, Ednardo, Fagner, Gilberto Gil, Lula Cortes, Novos Baianos, Tom Zé e Zé Ramalho.

Viva o Reino Unido!
É de sentir nos bolsos a lista de discos novos saindo nas próxima semanas na Inglaterra. O principal dia para marcar na folhinha deve ser 28 de abril, com os lançamentos de “For Crying Out Loud”, do retrô Kasabian, e “Pleasure”, o primeiro álbum da Feist em seis anos —desde “Metals”.

*

 

COISA (VELHA) NOVA

DESDE AQUELA NOITE
HUMBERTO GESSINGER

A vida solo do ex-Engenheiros é retrô até no formato, lançando single em vinil com composições dele já registradas em discos de seus coautores: “Alexandria” (Tiago Iorc), “O que Você Faz à Noite” (Barão Vermelho) e “Olhos Abertos” (Capital Inicial).