Volta ao mercado único filme de Chris Cornell

Por Thales de Menezes

A morte de Chris Cornell, no último dia 17, quase coincidiu com o relançamento nos Estados Unidos da trilha sonora do filme “Singles”, de 1992. Exibido no Brasil com o título “Vida de Solteiro”, o longa registra a única experiência como ator de cinema do então vocalista do Soundgarden.

O filme é dirigido por Cameron Crowe, ex-repórter de música da revista americana “Rolling Stone”, que fez outros longas relacionados ao rock, como “Quase Famosos”.

A ação se passa em Seattle e coincide com o furacão grunge. O filme joga seu foco na vida de quatro jovens da cidade, todos entre os 20 e 30 anos, com dúvidas existenciais e cheios de amor pra dar.

O Soundgarden é mostrado no palco, apresentando “Birth Ritual”. Cornell está na trilha sonora com esta faixa e uma música solo, “Seasons”. No filme, aparece também numa cena divertida com o casal de atores principais, Bridget Fonda e Matt Dillon (este faz o papel de cantor de uma banda).

Além do disco já à venda nas lojas virtuais, o filme será relançado, agora em versão Blu-ray. Para quem gosta de garimpar, ainda é possível encontrar a edição de DVD lançada no Brasil, há 15 anos. Uma cópia lacrada no plástico foi comprada pelo colunista no mês passado, por R$ 10.

Na foto, amigos reunidos no set de “Singles”, em 1992. A partir da esquerda, Chris Cornell, Jeff Ament (do Pearl Jam), o ator Matt Dillon, Layne Staley (cantor do Alice in Chains) e o diretor Cameron Crowe.

*

Lá é assim – Menos de 48 horas depois do ataque terrorista em Manchester, os responsáveis pelos maiores festivais de verão do Reino Unido se reuniram para discutir novas medidas de segurança para os eventos agendados para os meses de junho, julho e agosto. Já avisaram: com revista corporal e esvaziamento total de bolsas e mochilas, o acesso ao local de shows pode demorar até duas horas.

*

Aqui é assim – No Brasil sem bombas, a entrada para os festivais já demora horas. E o objetivo principal da revista para ser tirar da mochila o pacote de biscoitos trazido de casa e obrigar a molecada a comprar lá dentro comida ruim com verniz gourmet a preços abusivos.

*

Ó que legal! – Nesta quinta (1º), o palco do Itaú Cultural recebe o show de lançamento de um dos discos mais originais da temporada. A cantora paulistana Maria Ó solta o álbum de estreia, “Dança Três”. Parece samba, e não é. Parece pop, e não é. Parece bom, e é.