Conheça a capa do novo álbum dos Paralamas

Por Thales de Menezes

A escultura “Já Fui Jarro”, do artista carioca Barrão, ilustra a capa do novo álbum de inéditas dos Paralamas, que sai no dia 4 de agosto. Barrão já fez para a banda a capa de “Hey Na Na” (1998). Outros artistas plásticos que ilustraram discos do trio: Bispo do Rosário, em “Severino” (1994), e Lygia Pape, Daniel Senise e Beatriz Milhazes, em “9 Luas” (1996). “Sinais do Sim” tem produção de Mario Caldato Jr. e a faixa-título já foi lançada em single e lyric video no último dia 13, nas plataformas digitais.

*

 

Matança sonora – A sétima edição do barulhento Matanza Fest acontece em sua versão paulista no próximo sábado (22), no Tropical Butantã. Alegre combinação de rock & álcool na cena brasileira, a banda carioca Matanza, do gigantesco vocalista Jimmy London, comemora 20 anos de estrada fechando uma noite que terá também o punk de Inocentes e Muzzarelas e o metal do Hatefulmurder.

 

*

 

The Armstrongs – Billie Joe Armstrong (Green Day) e Tim Armstrong (Rancid) não são parentes, mas deram seu sobrenome à superbanda que montaram. Família total: traz também Joe, filho de Billie, e Rey, sobrinho de Tim. O primeiro single já saiu na rede: “‘If There Ever Was a Time”.

 

*

 

Tributo ao mago – Começou ser rodada no Rio, na gravadora Biscoito Fino, a série documental “Lincoln Olivetti – O Mago do Pop”. Em seis episódios que serão exibidos no canal Music Box Brasil, vai mostrar vida e carreira de Olivetti (1954-2015), um dos produtores mais influentes da MPB nos anos 1970 e 1980. Com direção de Omar Marzagão e direção musical de Davi Moraes, a série reúne nas filmagens uma parte do batalhão de bambas que trabalhou em gravações com Olivetti. Entre outros, Marcos Valle, Gilberto Gil, Raimundo Fagner, Ed Motta. Moraes Moreira e João Donato.

Raimundo Fagner grava participação no documentário sobre Lincoln Olivetti ao lado de Davi Moraes